Se você tem um site, cuidado com esses 5 golpes online

Cuidado com golpes online que criam riscos para você, sua empresa e seus clientes. Se você tem um site, blog ou loja virtual, proteja-se! Saiba como.

A tecnologia e a internet evoluíram muito rápido até chegar neste momento que estamos, e hoje já não é nem um pouco difícil de criar um site para você ou a sua empresa. Tudo bem, nenhuma novidade até aqui. Mas infelizmente muitos criminosos acompanharam esta evolução e hoje temos que nos preocupar também com o golpe online.

E, se você tem um site, seja um pessoal ou da sua empresa, deve tomar alguns cuidados extras, pois existem golpes especialmente criados para você. E a melhor coisa a fazer é prevenir-se!

1. Criar Site Grátis

Existe sim, diversas opções de você criar um site de forma gratuita em sites confiáveis (o que não necessariamente significa que são boas escolhas, mas isso é assunto para outro post). Mas também não é nada difícil de encontrar sites suspeitos durante a pesquisa oferecendo o serviço gratuito.

Existe sites que oferecem a chance de você criar o seu site online, de forma gratuita, mas exigem dados bancários/cartão de crédito. Assim também como tem sites que oferecem o serviço, mas exigem a instalação de um software (malicioso) em seu computador.

Você vai ler bastante isto aqui hoje: pesquise antes, procure por recomendações e não forneça seus dados e não faça downloads e instalações de softwares antes de garantir que você está seguro.

2. Templates e Plugins grátis

Para quem também planeja criar um site, mas está pensando, por exemplo, na plataforma WordPress, pois deseja criar um site mais profissional e com mais funcionalidades, também precisa ficar atento com as opções de temas e plugins gratuitos que encontramos na internet.

Muitos templates e plugins gratuitos que encontramos podem ter sido pirateados, o que além de prejudicar o desenvolvedor do template/plugin, também coloca em risco você e seus usuários. Afinal, o template/plugin que você está utilizando tem grandes chances de estar infectado com código malicioso.

No site do próprio WordPress você consegue pesquisar por temas e plugins gratuitos. Também existem sites confiáveis para isso, mas, claro, é necessário pesquisar a reputação do site antes.

3. Clonagem do seu site

Mais específico para quem tem uma loja virtual e sites que necessitam de cadastros e retém dados de usuários, existe também o golpe online em que criam um site exatamente igual ao seu, com um endereço bem parecido (por exemplo, seu site tem a url “www.meusite.com.br” e o site falso cria a url “www.meu-site.com.br”), e roubam (dados e dinheiro) de seus usuários.

As diferenças são sempre sutis e necessário atenção dos usuários, mas claro, cabe a você garantir uma navegação segura e evitar fraudes.

4. Boletos e Faturas via Correios

A verdade é que não é difícil de encontrar os titulares do domínio e hospedagem de um site, assim como não é difícil encontrar pessoas mal-intencionadas usando isto para fazer dinheiro em cima de você.

Hoje, os sites que prestam serviços de hospedagem, domínio e outros serviços que você precisa para manter seu site online, oferecem formas bem mais seguras de pagamento que o boleto impresso e, podemos dizer que é bem raro, quase impossível, de você receber um boleto via correio sem ter solicitado.

De novo, preste bastante atenção!

5. Sobrinho Web Designer

Eu sei, você quer criar um site ou uma loja virtual, mas não tem uma verba muito alta e quer economizar. Cuidado, com certeza você já ouviu o famigerado ditado “o barato sai caro!”.

Um site criado por um profissional despreparado, sem as medidas de segurança necessárias, fica vulnerável para qualquer tipo de ataque e pode causar um prejuízo enorme. Além disso, a falta de tecnologias modernas e utilização de padrões de otimização também podem te trazer prejuízo.

Criar um site, além de planejar o de praxe, o planejamento de segurança do site também é importantíssimo para garantir a integridade do seu site, de seus usuários e dados pessoais e da sua empresa.

E, de quebra, aumenta seu ranqueamento no Google, que cada vez mais “aperta o cerco” contra sites que não utilizam medidas de segurança. Além disso, há usuários que só fazem cadastro ou compram em sites que apresentem proteção ao usuário.


Já caiu em algum golpe ou conhece outro que não esteja nessa lista? Deixe seu comentário!

Deixe seu comentário